Tranduza (Translate)

Mostrando postagens com marcador Receitas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Receitas. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Receita de Pão sem Glúten Low Carb

Ingredientes:
  • 4 ovos (caipiras ou orgânicos);
  • 2 colheres de sopa de manteiga ou ghee (aprenda como fazer o ghee aqui);
  • 4 colheres de sopa de leite de coco;
  • 1 xícara de queijo meia cura ou parmesão artesanal ralado (opcional);
  • 2 xícaras de farinha de amêndoas (ou de castanhas de caju cruas ou de macadâmias cruas ou de nozes);
  • 1 colher de sopa de fermento em pó químico Yoki (não é transgênico);
  • Sal marinho integral a gosto (flor de sal ou sal Rosa do Himalaia). 
Modo de Preparo:
  1. Deixe as oleaginosas previamente de molho para remover o ácido fítico, de 8 a 12 h em água filtrada, descarte a água, enxague-as com água filtrada e bata-as no processador de alimentos até ficarem com a consistência de uma farinha).
  2.  Bata em um liquidificador os ovos, o leite de coco, a manteiga e o queijo.
  3. Você pode continuar a receita no liquidificador ou passar para a batedeira ou bater a mão. Ficará uma massa pastosa encorpada, mas acho importante bater até aqui no liquidificador. Acrescente a farinha de amêndoas ou de castanha de caju ou de macadâmias ou de nozes e bata novamente até ficar uma mistura homogênea.
  4.  Acrescente o fermento e misture levemente, até incorporar na massa.
  5.  Leve ao forno preaquecido a 180° por 30 minutos ou até que enfie uma faca no mesmo e saia limpa.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Biscoitos Cream Cracker Saudáveis Sem Glúten

Eu amo esses biscoitos! Eles são super fáceis, rápidos de se preparar, e são uma deliciosa e divertida maneira de adicionar nutrientes extras e fibras à sua dieta. A linhaça têm uma série de benefícios para a saúde, incluindo a redução de um possível risco de câncer de mama e de próstata, devido ao seu teor lignana. Esta é uma ótima alternativa saudável para os biscoitos processados e com glúten. Aproveite este lanche saudável que é super crocante e viciante!

INGREDIENTES:
  • 1 xícara (130g) linhaça
  • 1/2 xícara (60g) de sementes de gergelim, sementes de girassol e sementes de abóbora
  • 1 colher de chá de alho em pó ou 1 dente de alho amassado
  • 1 colher de chá de sal marinho (integral) ou sal Rosa do Himalaia
  • 1/2 colher de chá de pimenta do reino
  • 1 colher de chá de orégano
  • 1/2 colher de chá de pimenta-caiena em pó (opcional)
  • água (filtrada), para colocá-las de molho

INSTRUÇÕES:

1. Cubra as linhaças com água (filtrada) e as deixe de molho durante 8-12 horas. Adicione mais água, se necessário, para que elas fiquem viscosas e grudadas umas nas outras.

2. Cubra as outras sementes com água em uma tigela e deixe de molho por 8-12 horas e as enxágue.

3. Misture as sementes de linhaça com as sementes de gergelim, de girassol e de abóbora previamente enxaguadas.

4. Misture os ingredientes restantes e os mecha bem.

5. Em uma assadeira grande forrada com papel manteiga (talvez precise de 2 assadeiras) espalhe bem a mistura, formando uma camada muito fina, sem buracos na mesma. Asse no seu forno na temperatura mais baixa por 6 - 8 horas, virando a mistura depois de 4 horas. (Para virá-la, eu usei uma outra folha de papel manteiga por cima, depois de mais uma hora, retirei com cuidado a folha de papel manteiga).

6. Uma vez que a mistura ficar crocante e muito seca, você pode removê-la do forno e deixar esfriar.

7. Quebre em pedaços do tamanho de biscoito cream cracker e coma com seu molho favorito.

Nota: Caso tenha um desidratador, pode usá-lo no preparo em vez do forno.

Substituições:
  • Alho em pó - cebola em pó, pimenta em pó
  • Orégano - tomilho, manjericão, alecrim, açafrão

Tempo de preparo: 20 minutos

Tempo de cozimento: 6 horas

Tempo total: 6 horas e 20 minutos

Rendimento: 12 porções

Informações Nutricionais por Porção: 
Calorias: 45
Gordura: 3,5 g 
Gordura Saturada: 0 g 
Colesterol: 0 mg 
Sódio: 200 mg 
Carboidratos: 2 g 
Fibras: 1 g 
Açúcares: 0 g 
Proteínas: 2 g 

Os rendimentos e as informações nutricionais são estimados e poderão variar dependendo do tamanho da receita e do equipamento utilizado.

Fonte: 

http://www.rebootwithjoe.com/garlic-flaxseed-sesame-crackers-healthy-snack/

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Receita: Suco Verde de Repolho para Problemas Gastrointestinais

Cabbage juice
Por: Claire Georgiou, Naturopata, B.HSc ND

É fácil ignorar o repolho como um ingrediente maravilhoso para suco verde. Creio que as pessoas tenham medo de que seu suco fique com gosto de chucrute. Mas o suco de repolho realmente tem um sabor suave, e combina facilmente com maçãs e laranjas. O repolho também é um ingrediente de alto rendimento, e tipicamente de baixo custo.

Repolho contém L-glutamina que é muito benéfica para a mucosa do intestino, o que significa que pode acalmar seus problemas estomacais. (A maçã e gengibre nesta receita também têm propriedades calmantes no estômago). A L-glutamina é um aminoácido que é necessário para muitas funções tais como a síntese proteica, o equilíbrio do pH e da energia. A L-glutamina ajuda a manter a barreira intestinal e ajuda a aumentar a saúde da barreira mucosa intestinal. Alguns estudos mostram tempos de cura consideravelmente mais curtos usando suco de repolho em úlceras pépticas e alguns estudos têm cerca de 75 anos. A L-glutamina, também foi demonstrada ajudar a reduzir o tempo de recuperação após a cirurgia. Não se intimide, dê uma chance ao repolho!

Ingredientes:
  • ¼ de cabeça de repolho (verde)
  • 4 folhas de couve
  • 2 aipos ou salsão
  • 1 maçã grande ou 2 maçãs pequenas
  • 1 cm de raiz de gengibre
Instruções:
  • Lave e esfregue as verduras, frutas e raízes sob água corrente e pique-os para caberem em seu juicer.
  • Faça o suco no juicer e aproveite.
Substituições:
  • Repolho verde - por repolho roxo, alface, espinafre
  • Couve - por espinafre, alface, acelga, brócolis
  • Aipo - por pepino, abobrinha, aipo-rábano ou salsão de raiz / raiz de aipo
  • Maçã - por pêra, abacaxi
  • Gengibre - por açafrão ou cúrcuma, pimentas (picantes).
Tempo de preparo: 5 minutos
Tempo total: 5 minutos
Porção: 500 ml

Observações:
  • Utilize preferencialmente ingredientes orgânicos e de produtor local, caso não seja possível descasque os vegetais (frutas, verduras, raízes...) que contenham casca.
  • Para desinfetar as verduras e frutas, proceda da seguinte maneira descrita neste link.
  • O aparelho indicado para fazer os sucos é o Slow Juicer (que é frágil, difícil de montar e trabalhoso para limpar, o melhor preço que encontrei foi R$ 159,00) ou Juicer Mastigadora (este é muito mais robusto, fácil de montar e limpar, mas o preço é surreal aqui no Brasil, acima de R$ 2500,00, nos EUA custa uns US$ 250.00 a US$ 300.00), pois eles conservam os nutrientes, e enzimas, separam o bagaço do suco e não utilizam água no preparo, facilitando assim o consumo de maiores quantidades de suco. Atenção: leiam o manual, algumas frutas não são indicadas e lave o aparelho, imediatamente após beber o suco apenas com escova e água! 
  • O suco de repolho foi usado por Dr. Garnett Cheney para curar o sangramento úlceras pépticas na década de 1950. (Cheney, G. (1952) "A terapia da vitamina U de úlcera péptica." Medicina da Califórnia , 77: 4, 248-252). Os pacientes do Dr. Cheney beberam 950 ml de suco de repolho por dia e foram curados em menos da metade do tempo normal ... sem medicamentos em absoluto. Desde então, o suco de repolho tem sido utilizado com sucesso para uma variedade de doenças gastrointestinais. Colite, cólon espástico ou síndrome do cólon irritável, indigestão, constipação crônica, certas formas de sangramento retal e outras condições parecem responder bem aos nutrientes no suco de repolho. Dr. Cheney chamou a atenção para o seu fator de cura, a "Vitamina U" (por ser desconhecida). Mais recentemente, a American Cancer Society (Sociedade Americana de Câncer) incitou as pessoas a comerem mais da família de legumes do repolho / brócolis por causa de seus efeitos protetores contra o câncer. Pode haver alguma relação com o repolho também. Não custa tentar.
  • Neste link há mais dicas para fazer sucos detox: A Maneira Correta de Desintoxicar seu Organismo com Sucos Detox de Vegetais.
  • Se você tiver problemas na tireoide, não tome este suco diariamente, pois é bociogênico e use sempre o repolho orgânico.
Fonte:

Receita: Brownies de Chocolate e Avelã Crus


Ingredientes:
  • 2 xícaras (480 g) de nozes;
  • 2 1/2 xícaras (570 g), tâmaras (medjool) sem caroço;
  • 1 xícara (200 g) de cacau em pó;
  • 1 xícara (200 g) de avelãs;
  • 1 pitada de sal marinho (integral).
Instruções:
  • Coloque as nozes em um processador de alimentos na rotação elevação até que as nozes fiquem finamente moídas;
  • Adicione o cacau em pó e o sal, e bata-os no liquidificador na função pulsar para misturá-los;
  • Adicione as tâmaras, uma de cada vez, enquanto o processador de alimentos estiver ligado. A textura deve se transformar de farelo para uma mais pegajosa e pastosa, se estiver muito quebradiço ainda, adicione mais tâmaras;
  • Adicione as avelãs, bata no liquidificador na função pulsar, apenas para tornar os brownies crocantes ou bata na velocidade mais rápida para obter uma textura mais suave;
  • Forre uma assadeira com papel manteiga, espalhe a massa, achatando-a na assadeira e cubra com outra folha de papel manteiga. Usando um rolo de massa, abra os brownies e deixe-os com aproximadamente 1 cm de espessura. Coloque no congelador ou geladeira por 1-2 horas. Corte em 20 quadrados (cerca de 7,5 cm x 7,5 cm). Armazene em um recipiente hermético no refrigerador ou no freezer.
Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de espera: 1 hora
Tempo total: 1 hora e 15 minutos
Porções: 20

Valor Nutricional por Porção:
Calorias:150
Gordura: 8 g
Gordura Saturada: 1 g
Colesterol: 0 mg
Sódio: 30 mg
Carboidratos: 22 g
Fibras: 4 g
Açúcar: 16 g
Proteína: 3 g 

Os rendimentos e informação nutricional são estimados e poderão variar dependendo do tamanho do produto e aparelho utilizado para o preparo.

OBS:
  • As tâmaras fornecem um sabor semelhante ao do caramelo, pois contêm açúcar natural, mas também contêm fibras, o que irá dar-lhe energia de longa duração, em vez de um curto pico glicêmico no sangue.
  • Lembre-se de deixar todas as oleaginosas previamente, de molho em água filtrada de 8 a 12 h, descartar a água, enxaguá-las e mantê-las na geladeira por 1 dia antes do preparo da receita. Isso vai ajudar a eliminar o ácido fítico e os inibidores de enzimas, que podem interferir com a função de suas próprias enzimas digestivas e metabólicas, nas oleaginosas. O ácido fítico que é encontrado nos revestimentos de oleaginosas, é um "anti-nutriente" responsável por 'roubar' nutrientes vitais do seu corpo. O ácido fítico também bloqueia a absorção de minerais essenciais tais como cálcio, magnésio, cobre, ferro e zinco (fonte).
Fonte:

http://www.rebootwithjoe.com/smart-sweet-raw-chocolate-brownies/

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Vídeo do Dr. Mercola: Como Fazer um Delicioso e Saudável Caldo de Osso de Frango


Benefícios do Caldo de Osso

O intestino permeável é causa raiz de muitos problemas de saúde, especialmente alergias, doenças autoimunes, e muitos distúrbios neurológicos. O colágeno encontrado no caldo de osso, atua como um bálsamo para curar e selar o seu revestimento do intestino, e o caldo é um componente fundamental da dieta: Intestino e Síndrome da Psicologia (Gut and Psychology Syndrome - GAPS), desenvolvida pela neurologista russa dra. Natasha Campbell-McBride.

A dieta GAPS é muitas vezes usada para tratar crianças com autismo e outras desordens enraizadas na disfunção intestinal, mas qualquer pessoa com a saúde do intestino abaixo do ideal pode se beneficiar dela.

O caldo de osso também é um remédio importante para tratar doenças agudas, como gripes e resfriados. Enquanto não há muitos estudos feitos sobre este caldo, um estudo demonstrou que a canja de galinha abriu as vias respiratórias de forma mais eficiente do que a água quente.

Sopas processadas e enlatadas não funcionarão tão bem quanto a versão caseira, feita com o caldo de osso cozido lentamente. Para combater um resfriado, faça o caldo quente e picante (com muita pimenta).


As especiarias desencadearão uma liberação repentina de fluidos aquosos na boca, garganta e pulmões, que ajudarão a afinar o muco respiratório, por isso será mais fácil de expeli-lo. O caldo de osso contém uma variedade de nutrientes valiosos em uma forma que seu corpo pode facilmente absorvê-los e utilizá-los. Isto inclui, mas não se limita a:
  • Cálcio, fósforo, e outros minerais 
  • Componentes do colágeno e da cartilagem
  • Silício e outros traços minerais 
  • Componentes do osso e da medula óssea
  • A glucosamina e o sulfato de condroitina 
  • Os aminoácidos "condicionalmente essenciais" prolina, glicina, e glutamina

Estes nutrientes são responsáveis por muitos dos benefícios de cura do caldo de osso, que incluem os seguintes:
  1. Reduzem a inflamação e dores nas articulações, graças ao de sulfato de condroitina, à glucosamina, e a outros compostos extraídos da fervura da cartilagem e do colágeno.
  2. Inibem a infecção causada por vírus de gripes, de resfriados, etc.                             Na verdade, os relatórios da Dra. Daniel sobre a canja de galinha - conhecida como a "penicilina judaica" - têm sido reverenciados por suas qualidades medicinais, pelo menos desde o tempo de Moisés Maimônides, no século 12. Estudos recentes sobre a cartilagem que se encontra abundantemente no caldo (de osso) caseiro, mostram que auxilia o sistema imunológico numa grande variedade de formas; é um potente normalizador, um verdadeiro modificador de resposta biológica, um acionador de macrófagos, um acionador de células natural killer (NK), um acionador de linfócitos B e acionador de fatores estimuladores de colônias de granulócitos (G-CSF).
  3. Combatem a inflamação: aminoácidos tais como a glicina, a prolina, a arginina, todos têm efeitos anti-inflamatórios. A arginina, por exemplo, demonstrou-se ser particularmente benéfica para o tratamento da sepse ou sépsis (inflamação de corpo inteiro). A glicina também tem efeitos calmantes, que podem ajudá-lo a dormir melhor.
  4. Promovem ossos fortes e saudáveis: dra. Daniel relata que o caldo de osso contém surpreendentemente baixos teores de cálcio, magnésio e outros traços minerais, mas ela diz que "desempenham um papel importante na formação de ossos saudáveis por causa de seu colágeno abundante. As fibrilas de colágeno fornecem a treliça para a deposição mineral e são as chaves para a formação de ossos fortes e flexíveis. "
  5. Promovem um cabelo saudável e o crescimento das unhas, graças à gelatina presente no caldo. Dra. Daniel relata que, através da ingestão das fibrilas de colágeno, o caldo de osso, pode até mesmo eliminar a celulite também.
Fonte:

https://www.youtube.com/watch?v=Vm_HFXzhCjM


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2014/11/23/nourishing-bone-broth.aspx?x_cid=20150801_ranart_nourishing-bone-broth_facebookdoc

terça-feira, 14 de julho de 2015

Receita de Mousse de Chocolate Sem Lactose

 Uma deliciosa alternativa ao mousse de chocolate tradicional, é esta versão feita com abacate e cacau. Sua consistência é bem cremosa, e ainda fornece vitaminas e minerais excelentes para a saúde.

Ingredientes:
  • 1 abacate médio maduro, 
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó (sem açúcar), 
  • 2 colheres de sopa de mel (ou menos), 
  • 6 colheres de sopa de leite de amêndoas,
  • 1 colher de óleo de coco extravirgem (orgânico),
  • pistache cru sem sal para salpicar (opcional).
Modo de Preparo:

Corte o abacate e retire o caroço, corte em pedaços grandes e coloque no liquidificador. Adicione o cacau, o mel e o leite de amêndoas. Bata em baixa velocidade e então, aumente-a até que haja uma mistura homogênea. Se quiser, adicione mais cacau ou mel a gosto. Refrigere e salpique pistache antes de servir!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Como Preparar Vegetais Fermentados com Grãos ou Soro Fermentado de Kefir

Como preparar vegetais fermentados com grãos de Kefir 

Vegetais fermentados são excelentes para a saúde, seus benefícios são:

  • Fortalecem o Sistema Imunológico;
  • Ajudam o organismo a se desintoxicar;
  • Produzem vitaminas do complexo B e K2 (clique aqui para assistir a um vídeo do Dr. Mercola sobre os benefícios das vitaminas K1 e K2).

 Vegetais fermentados com Kefir são alimentos ricos em probióticos e vitaminas C e K2, e possuem poucos carboidratos. Diferentemente do Sauerkraut (Chucrute), que pode levar semanas para fermentar, o uso de grãos de Kefir estimula um processo de fermentação mais rápida com uma menor oxidação dos nutrientes e maiores quantidades de vitamina K2. Os grãos de Kefir são adquiridos por doação. Saiba como obtê-los (ao final do post a seguir) e como cultivá-los aqui.


O que você precisa?


Ingredientes (de preferência orgânicos). Os ingredientes desta receita podem ser variados de acordo com o seu gosto, mantendo sempre o repolho nesta quantidade (80% da quantidade total de vegetais). É importante mencionar que o sabor do alho, do gengibre e das pimentas fica mais intenso com a fermentação, logo use pequenas quantidades dos mesmos:
  • Repolho verde ou roxo com folhas densas (5 a 6 cabeças médias de repolho rendem 10 a 14 potes de 1 litro de vegetais fermentados).
  • Cenoura
  • Dentes de alho (1 a 3, dependendo da quantidade utilizada dos demais vegetais)
  • Salsa, coentro, alecrim, manjericão, orégano, endro, etc. Escolha as ervas aromáticas de acordo com seu gosto, elas também podem ser misturadas
  • Gengibre
  • Beterraba
  • Batata Doce
  • Pimentão (1 pequeno para 12 a 14 potes).  Só utilize se encontrá-lo orgânico, pois o de cultura convencional é carregado de agrotóxicos
  • Maçã Verde (só a utilize se encontrar a mesma orgânica, pois a de cultura convencional é carregada de agrotóxicos)
  • Pimenta Habanero. Para manuseá-la, use luvas de borracha ou de látex, pois pode queimar a pele.
  
Instruções
  1. Lave os vegetais sob água corrente com uma escova (exceto as folhas que devem ser lavadas em água corrente apenas), deixe-os de molho em água filtrada com vinagre de maçã ou de vinho (100 ml de vinagre para cada litro de água adicionada), deixe-os de molho por 20 minutos, escorra a água e enxague-os. Remova as folhas externas do repolho (de preferência orgânico) e reserve-as. Corte o repolho em fatias que sejam de aproximadamente 6 mm ou rale-o ou coloque-o num processador de alimentos.
  2. Descasque os vegetais que possuem casca. Corte todos os demais vegetais em pedaços grandes e coloque-os no processador de alimentos (cada tipo de vegetal separadamente). Após isto, coloque-os em uma bacia grande.
  3. Adicione 2 colheres de chá de sal marinho integral (flor de sal ou sal rosa do Himalaia) e misture bem todos os vegetais em uma bacia.
  4. Posicione metade dos grãos de kefir no fundo da jarra, e encha o recipiente com metade dos vegetais, pressionando cada camada firmemente com suas mãos ou com o pilão ou socador de feijão, esmague pequenas quantidades até que o seu suco seja liberado. Adicione a outra metade dos grãos de kefir em cima dos vegetais comprimidos, e continue a encher o recipiente com vegetais até que ¾ do volume total do pote estejam preenchidos (cubra até 2,5 cm acima dos vegetais e deixe 2,5 cm livres até a boca do frasco).
  5. Certifique-se de que os vegetais estejam completamente submersos no líquido. Se não, adicione água (filtrada) ou os amasse mais até que os vegetais estejam submersos. Coloque um pedaço da folha de repolho em cima dos vegetais, suficiente para cobri-los, selando os ingredientes que estão abaixo. Coloque a tampa, mas não a feche completamente (deixe-a um pouco aberta), pois a fermentação produz gases que podem estourar o vidro se estiver completamente fechado.
  6. Deixe o(s) frasco(s) com os vegetais em lugar fresco com temperatura controlada (dentro de um cooler ou isopor tampados e afastados do chão (sobre uma mesa, por exemplo) ou ainda, em um forno desligado com a lâmpada acesa) por 3 a 4 dias no verão e 7 dias no inverno.
  7. Após este período, retire-os do cooler ou do isopor ou do forno e conserve-os na geladeira.
  8. Pode ser consumido com saladas ou puro. 
Validade: Conservado na geladeira, dura aproximadamente 4 meses, manter os vegetais sempre abaixo do nível do líquido. 

Outra opção aos grãos de kefir é utilizar o soro de leite fermentado com kefir 

A receita será a mesma, apenas substituindo os grãos pelo soro do Kefir de leite. Este será adicionado aos vegetais quando estiverem já triturados na bacia e serão misturados (manualmente):
- 250 ml de água
- 2 colheres (chá) de sal marinho integral
- 3 colheres (sopa) de whey ou soro de leite fermentado com kefir (saiba como prepará-lo aqui e aqui)

Fontes: 

http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/06/01/fermented-vegetables.aspx%C2%A0

http://www.ehow.com.br/preparar-vegetais-fermentados-graos-kefir-como_254856/

http://coisinhasdabarbara.blogspot.com.br/2012/11/receita-de-kefircrute-chucrute-com.html 

http://portuguese.mercola.com/sites/articles/archive/2016/08/16/fermentar-hortalicas.aspx?utm_source=facebook.com&utm_medium=referral&utm_content=facebookmercolaport_lead&utm_campaign=8162016_fermentar-hortalicas 

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Vídeo: Como Fazer Manteiga Ghee

É o óleo purificado da manteiga, onde toda a água e os elementos sólidos e toxinas da gordura do leite e lactose são completamente removidos. Embora seja inteiramente preparado a partir da manteiga, suas propriedades, de acordo com a Ayurveda, diferem muito da manteiga em si. Quando o ghee é preparado através do método tradicional de aquecimento e coação (ato de coar), toda a água é evaporada e os elementos sólidos da gordura do leite são completamente removidos. O resultado é um óleo dourado e brilhantemente transparente que não fica rançoso. Este é o ouro líquido que aparece nas antigas escrituras indianas. E este é o ghee que encontrará um lugar em todos os alimentos que você preparar.


O ghee preparado adequadamente apresenta as seguintes qualidades: não contém sal, não contém lactose, não produz fumaça em temperaturas altas, não necessita de refrigeração.  É utilizado por naturopatas em diversas culturas, que extraem seus poderes curativos e rejuvenescedores. E para aqueles com alergias graves a laticínios, é uma parte integral da dieta com alto grau de restrição.


Durante este processo, a manteiga sem sal é derretida, devagar, e as gorduras saturadas vêm para a superfície em blocos, formando uma camada de espuma densa. Esta espuma é retirada várias vezes, até que se eliminem todos os resíduos da manteiga, até que toda a água evapore e reste apenas o óleo, que é então coado em um tecido fino. O processo de clarificação da manteiga dura em torno de 1 a 2 horas, dependendo da quantidade usada.


Embora isso não esteja mostrado nesta imagem, é melhor que seja preparado em panela de vidro ou inox, em banho Maria. Coloque água numa panela, com um pano no fundo, e o recipiente com a manteiga dentro. Desta forma, a manteiga não queimará.


Na Ayurveda, o Ghee é considerado Rasayana, ou seja, um alimento rejuvenescedor e regenerador, um tonificante que aumenta a força e a expectativa de vida, de propriedades emolientes, que serve de base para diversas preparações medicinais – é considerado um ótimo “portador” para todas as ervas que são tomadas com ele. Além disso é utilizado em técnicas de massagens, pois nutre tecidos profundos, sendo muito bom para peles secas e para prevenir rugas. Ele é bom para todo o tipo de pessoas.


Também é extremamente benéfico para o fígado, útil para inflamações gastrointestinais e no combate a úlceras, ajuda a equilibrar o fogo digestivo no organismo, fortalece o sistema imunológico, ajuda no tratamento dos pulmões, a melhorar a memória e é utilizado em algumas técnicas para refrescar e nutrir os olhos. É um ótimo purificador dos canais e condutos do organismo, não apenas os físicos, mas também os energéticos e sutis. É um tônico que fortalece e regenera os fluidos, e é lubrificante, aumentando a flexibilidade.


Tem um sabor maravilhoso e é um ótimo óleo para cozinhar. Além de seu aroma refinado e sabor delicado, tem alto nível de resistência ao calor, elevado ponto de fumaça e não queima facilmente.   Legumes, verduras, tortas e outros alimentos preparados com Ghee são muito saborosos e nutritivos.


OBSERVAÇÕES:
1- Quando dourar temperos no ghee, tenha-os à mão, pois, uma vez aquecido, ele atinge rapidamente temperaturas bem altas.
2- Evite deixar cair água no ghee quente, pois esta combinação pode respingar gordura quente de forma perigosa.
3- A temperatura do ghee para frituras deve ser médio-baixo e estará no ponto quando dourar o alimento em 1 minuto.  Não coloque muitas porções de uma só vez, pois isto fará com que ele se esfrie e o resultado pode não sair satisfatório.
4- Pode-se utilizar o ghee para frituras várias vezes, sem saturar. Basta filtrá-lo após o uso.
5- Depois de pronto o ghee pode ser temperado, misturado a ervas, aromatizado a gosto ou simplesmente puro. É delicioso para passar no pão, adicionar a pratos frios, para o preparo de massas, refogados e frituras.


Fontes:

http://youtu.be/oxOUXwXalNg

http://www.comertreinareamar.com.br/

http://blog.opovo.com.br/yoga/ghee-manteiga-clarificada/

http://ahau.org/ghee-manteiga-clarificada/