Publicidade

Tranduza (Translate)

Mostrando postagens com marcador Psoríase. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Psoríase. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Como Tratar o Eczema e a Psoríase Forma Eficaz e Barata

O Eczema (dermatite atópica) e a psoríase são intimamente associados e são dois problemas de pele muito comuns.

Tanto o eczema quanto a psoríase são doenças potencialmente alérgicas que podem ser desencadeadas por fatores ambientais e dezenas de outros irritantes externos, como:
  • Sabão em pó
  • Sabonetes 
  • Produtos químicos de limpeza doméstica
  • Produtos químicos no local de trabalho
  • Perfumes
  • Pelos de animais
  • Metais (como o níquel em joias)
Embora a psoríase seja mais frequentemente associada com estímulos alérgicos externos, o eczema é muitas vezes causado por alergias alimentares.
Saiba como limpar a sua casa sem produtos químicos tóxicos aqui. E que sabonete e shampoo usar aqui e aqui (pode ser usado como shampoo e sabonete).

No entanto, embora estas sejam doenças diferentes e têm diferentes gatilhos, os seus tratamentos têm muitos pontos em comum.

Como Tratar o Eczema e a Psoríase Forma Eficaz e Barata

Eczema é "a coceira que provoca as erupções cutâneas", ou seja, nenhuma erupção ocorre até que você comece a coçar a área afetada. Assim, a primeira coisa que você precisa fazer é parar de coçar!
  • Falando sobre a coceira - Como qualquer pessoa com eczema irá atestar, isso é mais fácil dizer do que fazer. Mas, felizmente, há uma maneira realmente simples e barata para aliviar a coceira: Basta colocar uma compressa de água salgada sobre a área coceira. Você deve usar um sal natural de alta qualidade, como o sal do Himalaia ou Flor de Sal (sal de Guérande ou outros). Basta fazer uma solução com água morna, molhe uma compressa, e aplique a compressa sobre a área afetada. Você ficará surpreso ao descobrir que a coceira vai praticamente desaparecer!
  • Outro método que pode ser útil para reduzir ou parar a coceira é o EFT.
  • A boa hidratação da pele - Ao trabalhar com qualquer tipo de problema de pele, você precisa ter certeza de sua pele está perfeitamente hidratada. Cremes para a pele raramente são a resposta aqui, mas você vai querer hidratar a pele de dentro para fora através do consumo gorduras ômega 3 (animal) de alta qualidade,  em sua alimentação (sardinhas congeladas ou frescas são uma excelente fonte). Suas melhores fontes de ômega 3 são (animal) são o óleo de krill ou óleo de peixe. Eu também acho que é útil incluir um pouco de ácido gama linoleico, tipicamente na forma de óleo de prímula, como isso funciona muito bem para o eczema. Produtos como o óleo de krill ou ômega 3 purificado de mercúrio, PCBs e dioxinas (de peixes) são bons para esta condição, para homens e mulheres, pois eles têm ambos os ácidos graxos.

Ômega 3 (vegetal), como a linhaça e sementes de cânhamo, embora sejam boas fontes de ômega 3 em geral, não irão fornecer o benefício clínico que é necessário para reduzir a inflamação e inchaço de sua pele.

Em segundo lugar, você deve reduzir sua exposição à sabonetes agressivos e ressecar sua pele com banhos excessivos. Use um sabão muito suave quando você limpar a pele, especialmente no inverno para evitar que o mesmo tire a umidade de sua pele.
  • Cuidar de seu intestino = Cuidar de sua pele - Muitos não percebem isso, mas a saúde e a qualidade da sua pele estão fortemente ligados à saúde do seu intestino. Eu recomendo tomar um probiótico de alta qualidade para garantir a saúde digestiva ótima. Alimentos fermentados e o kefir podem ser utilizados, mas não são tão comuns e nem tão fáceis de usar.

Dieta e qualidade da pele - As alergias alimentares desempenham um papel enorme no eczema. Na minha experiência, o agente agressor mais comum é o trigo, ou mais especificamente, o glúten. Evitar o trigo e outros grãos que contêm glúten (trigo, cevada, centeio e aveia) é um primeiro passo sensato.

Fazer uma dieta livre de glúten durante várias semanas e observar atentamente todas as melhorias de saúde. Este é um problema extremamente comum e muitos de nossos pacientes são surpreendidos ao descobrir o quanto eles realmente alcançar melhoria desta etapa.

Evitar os grãos, também irá reduzir a quantidade de açúcar no seu organismo, o que irá normalizar os níveis de insulina e reduzir todas e quaisquer condições inflamatórias que você possa ter, incluindo a inflamação de sua pele. Exemplos de grãos ou de produtos feitos com os mesmos: trigo, centeio, cevada (incluindo o malte de cevada), farelo, farinha de trigo, sêmola, sorgo (sem glúten), espelta, milho (sem glúten), farinha de milho (maisena, a menos de trigo sem glúten), farinha de milho (sem glúten), milheto (é um pseudocereal, grão sem glúten), arroz (sem glúten), arroz selvagem (sem glúten, algumas pessoas dizem que é um grão, outras não), aveia, cerveja, glicose feita de trigo, caldos industrializados (de frango, de carne ou caldo de legumes em pó ou líquidos geralmente contém algum tipo de grão) e molho de soja (contém trigo).

Outros alérgenos comuns incluem leite e ovos. Eu recomendo que você faça um teste de eliminação com estes alimentos também. Você deve ver alguma melhora em cerca de uma semana, às vezes menos, depois de eliminá-los de sua dieta para saber se qualquer um deles está causando o problema.
  • Sob o sol - a vitamina D na forma de exposição ao sol é seu melhor amigo, quando se trata de qualquer uma destas doenças da pele, mas é especialmente útil para a psoríase.

Idealmente, você vai querer obter a sua vitamina D por exposição a luz do sol apropriada, porque a radiação UVB na pele, não só vai metabolizar a vitamina D, mas também irá ajudar a restaurar a função ideal da pele. Quantidades elevadas de exposição à radiação UVB diretamente sobre a pele afetada - mas não o suficiente para causar queimaduras solares - irão melhorar significativamente a qualidade de sua pele.

Vitaminas

As vitaminas C e E parecem ser muito importantes para a cura e manutenção de sua pele. Drs. Wilfrid e Evan Shute usaram vitamina E, tanto interna como externamente, em seu tratamento extremamente bem sucedido de queimaduras de terceiro grau. Compressas de vitamina C (forma não ácida, como o calcium ascorbate) têm sido utilizadas em feridas cutâneas graves com sucesso, superando a eficiência de antibióticos. Ambas as vitaminas podem ser dadas internamente, além de aplicadas topicamente, sem perigo de efeitos colaterais. Períodos de recuperação são rápidos um deles, e provavelmente melhores com o uso de ambos. Mostre-me uma pessoa com problemas de pele crônicos e, de duas pessoas em três, aposto que sua alimentação é deficiente em vitamina E ou C (fonte).

A psoríase tem sido tratada com êxito, não só com os análogos de vitamina D, mas com a administração tópica de vitamina D3 (fonte).

Mais de 70% da população branca apresenta deficiência de vitamina D e até 97% da população negra apresenta deficiência de vitamina D. 

A deficiência crônica de vitamina D promove o câncer, gripes, infecções, depressão, osteoporose, desequilíbrios hormonais, o aumento do risco de hipertensão, esclerose múltipla, câncer do cólon, da próstata, da mama, do ovário e diabetes do tipo 1. A vitamina D produzida naturalmente pelo corpo pode prevenir sozinha entre 50% e 80% de todos os cânceres.
Ao bloquear a produção de vitamina D na pele, os produtos de proteção solar realmente contribuem para o câncer e a promoção de deficiências nutricionais. O horário em que há maior incidência de raios UVB, que em contato com a gordura que nosso corpo produz depositada sobre a nossa pele, faz com que produzamos vitamina D é, aproximadamente, de 10:00 h às 14:00 h (quanto mais próximo do meio-dia, maior é a incidência de raios UVB).

A luz ultravioleta é um tratamento comprovado para a psoríase, e a própria luz do sol também reverte a doença autoimune crônica da pele (fonte).

Segundo o Dr. Mercola:


RECOMENDAÇÕES DA DOSE DE VITAMINA D  
IdadeDOSE
Abaixo de 5 anos35 unidades por 0,45 kg por dia
Idade 5 - 10 anos2500 unidades
Adultos4000-8000 unidades
Mulheres Grávidas5000-10000 unidades
Aviso: Não há como saber se as recomendações acima estão corretas. O único meio de saber é fazendo exame de sangue. Você pode precisar de até quatro ou cinco vezes da quantidade recomendada acima. 

A dose de suplementação oral diária (após a principal refeição) de vitamina D3 para um adulto saudável deve estar entre 4000 a 8000 UI. Ele recomenda que façamos o exame de sangue vitamina D25 hidroxi no mínimo uma vez ao ano, no inverno, devido à menor exposição solar. Quando fizer suplementação de vitamina D, o exame deve ser feito mais vezes, aumentando sua dose de suplementação até chegar a dose adequada. Este valor deve estar compreendido entre 50-70 ng/ml, para crianças, adolescentes, adultos e idosos. Porém, para tratar doenças cardiovasculares e câncer, este valor deve estar entre 70-100 ng/ml. Mais que 100 ng/ml, sua dose de vitamina D estará em excesso e você deverá reduzir a quantidade desta vitamina suplementada.

No entanto, muitos estão tomando a vitamina D por via oral, o que pode tornar-se problemático a menos que você esteja também recebendo quantidades suficientes de vitamina K2.

A vitamina K2 ativa uma proteína hormonal chamada osteocalcina, produzida por osteoblastos que é necessária para ligar o cálcio à matriz de seu osso. A osteocalcina também ajuda a prevenir que o cálcio se deposite em suas artérias.

Em outras palavras, sem a ajuda da vitamina K2, o cálcio que sua vitamina D permite absorver de forma tão eficaz, pode estar te prejudicando - através do seu acúmulo em suas artérias coronárias, em vez de seus ossos.
Enquanto os índices ideais entre a vitamina D3 e a vitamina K2 ainda têm de ser elucidados, Dra. Kate Rheaume-Bleue, autora de Vitamina K2 e o Paradoxo do Cálcio: Como uma Vitamina Pouco Conhecida Poderia Salvar sua Vida, sugere que cerca de 150-200 microgramas de K2 irão atender às necessidades de uma pessoa saudável.

Esta dose ativará suas proteínas K2 e fará muito bem para seus ossos e seu coração. Mas, se você está tomando altas doses de vitamina D... então eu recomendaria tomar mais K2 ". Ela sugere que para cada 1.000 UI de de vitamina D3 que você toma, você tem que tomar cerca de 100 microgramas de K2, e talvez 150-200 microgramas (mcg) (fonte).

A boa notícia é que a vitamina K2 não tem nenhuma toxicidade. Isso já foi demonstrado na literatura médica.

A melhor forma de vitamina K2 é a MK-7, pois sua meia-vida dura três dias (fonte).

A vitamina K2-MK -7 é extraída do produto de soja fermentada japonês chamado natto, e você pode obter tudo o que precisa K2 (cerca de 200 microgramas) comendo 15 gramas de natto por dia. No entanto, o natto, geralmente não é atraente para paladares ocidentais, assim você também pode encontrar a vitamina K2, incluindo o MK- 7, em outros alimentos fermentados , incluindo vegetais fermentados feitos com a cultura de arranque adequada (uma cultura inicial de bactérias produtora de vitamina K2). Queijos Brie e Gouda, cada um contêm cerca de 75 mcg de vitamina K2 em aproximadamente 30 gramas, enquanto os cientistas encontraram altos níveis de MK- 7 em um tipo de queijo chamado Edam (fonte).

A vitamina D3 (10.000 UI) e k2 (100 mcg) pode ser encontrada nesta loja on-line, comprar aqui.

Outro mineral importante a ser suplementado é o magnésio, o qual pode ser realmente mais importante do que o cálcio se você considerar a suplementação. No entanto, a manutenção de uma relação de cálcio para magnésio é importante. A investigação sobre a dieta “paleo” mostrou que a proporção de cálcio para magnésio na dieta deve ser de 1:1. Americanos em geral, tendem a ter uma maior proporção de cálcio-magnésio na sua dieta, com uma média de cerca de 3,5 para 1.

O magnésio também vai ajudar a manter o cálcio em suas células para que ele possa fazer o seu trabalho melhor. Em muitos aspectos, serve como alternativa nutricional à classe de medicamentos chamados bloqueadores dos canais de cálcio, utilizados no tratamento da hipertensão, angina e arritmias cardíacas. O Magnésio e vitamina K2 também se complementam mutuamente. Pelo fato do magnésio ajudar a abaixar a pressão sanguínea, é um componente importante de doenças do coração.

Saiba como suplementar o magnésio com o cloreto de magnésio aqui.

Uma alimentação adequada elimina muitos problemas. Alimentos integrais, vegetais crus ou levemente cozidos e frutas, sem carne e sem alimentos industrializados irão melhorar a sua pele em um curto espaço de tempo. Infelizmente, muitas pessoas estão inclinadas a usarem a e até mesmo são encorajadas a colocar cremes, pomadas, e outros remédios (patenteados) em sua pele para "aliviar a coceira e descamação da crise da psoríase" ou para "restaurar a umidade da pele seca. "

Tratamento tópico da Psoríase: Adicione 10 gotas de óleo essencial de Tea Tree orgânico a 1 colher de sopa de óleo de coco extravirgem orgânico e massageie as áreas afetadas. Repita 2-3 vezes por dia. Também pode ser aplicado puro (fonte).

Fontes:





http://estaoteenvenenando.blogspot.com.br/2014/08/7-coisas-surpreendentes-que-voce.html

http://articles.mercola.com/sunburn.aspx?i_cid=sunburneffects-rb-articles


https://www.youtube.com/watch?v=M6xtKY5qF6o


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2008/12/16/my-one-hour-vitamin-d-lecture-to-clear-up-all-your-confusion-on-this-vital-nutrient.aspx


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2009/10/10/vitamin-d-experts-reveal-the-truth.aspx


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2009/05/12/shocking-update-sunshine-can-actually-decrease-your-vitamin-d-levels.aspx


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/02/10/cysewki-discloses-astaxanthin-benefits.aspx


http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/10/19/vitamin-d-vitamin-k2.aspx

http://articles.mercola.com/.../19/vitamin-d-vitamin-k2.aspx

http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/02/07/vitamin-d-testing.aspx

https://nutricaobrasil.wordpress.com/2012/12/17/a-importancia-do-magnesio-viamina-d-k2-e-calcio-e-muito-maior-do-que-se-imagina

http://estaoteenvenenando.blogspot.com.br/2014/08/oleo-de-melaleuca-tea-tree-solucao.html

http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2008/12/30/fend-off-psoriasis-and-eczema-with-simple-inexpensive-remedies.aspx