Tranduza (Translate)

Mostrando postagens com marcador Homeopatia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Homeopatia. Mostrar todas as postagens

sábado, 7 de novembro de 2015

Hospital Goiano é Referência em Tratamento com Fitoterapia e Homeopatia

hospital de medicina alternativas goias 

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Desmitificando a Homeopatia: O que é Homeopatia?

Resultado de imagem para homeopatia

Tradução do texto do site http://www.doctoryourself.com/demystify.html realizada em 02/01/2015.

por Dr. Jacob Mirman, MD

(Para ler o resto do livro do Dr. Mirman,
Demystifying Homeopathy - Desmistificando a Homeopatia on-line (em inglês), de forma gratuita, clique aqui.)

 A homeopatia é um sistema de medicina, cujo princípio foi descoberto acidentalmente por um médico alemão, Samuel Hahnemann, na virada do século XIX. Tudo surgiu quando ele ingeriu quina peruana (quinino) e desenvolveu sintomas parecidos com os da malária Sabendo-se que pacientes com malária foram tratados com quinino, ele teve então a ideia de que, possivelmente, a malária seria curada pelo quinino, porque ele provocava os sintomas semelhantes aos da malária em pessoas saudáveis. Ele decidiu explorar a sua teoria, testando outras substâncias. Seus testes foram realizados, através da administração oral das substâncias por ele próprio ou por em voluntários saudáveis e, em seguida, realizou o registro de todos os sintomas que os voluntários vivenciaram. Estes resultados registrados criaram "imagens dos medicamentos", também conhecidos como experimentações.

O passo seguinte foi administrar as substâncias testadas para pacientes que sofriam do mesmo sintoma complexo representado pela "imagem dos medicamentos" registrada do modo citado acima. Os resultados foram incríveis. As pessoas estavam sendo curadas de doenças que nunca haviam sido curadas antes. Ele resumiu sua teoria em uma única frase em latim: Similia Similibus Curentur (o semelhante será curado pelo semelhante).

Os medicamentos utilizados no tratamento homeopático vêm de fontes vegetais, minerais e animais. Alguns são venenos e outros são substâncias inertes em sua forma bruta. Quando devidamente preparadas, essas substâncias perdem qualquer natureza prejudicial inerente e desenvolvem uma potência para tratar a doença. A preparação envolve diluições sucessivas e agitação do produto entre as diluições. Após várias diluições, a substância inicial é eliminada e não pode ser detectada quimicamente no produto final. Confuso? Isso é muito razoável, uma vez que não faz qualquer sentido em comparação à ciência atual. Mas, independentemente da nossa ciência nos dizer que é impossível, na prática, quanto maior a diluição mais forte e mais duradouro é o efeito.

Todos os remédios homeopáticos são aprovados pela FDA (Food and Drug Administration - Administração dos Alimentos e Medicamentos). São fabricados por várias farmácias nos EUA (Estados Unidos da América), bem como no exterior atendendo rigorosamente as normas e estando em conformidade com os regulamentos da FDA.

Homeopatas determinam qual remédio é adequado através da realização de uma entrevista muito completa. Durante a entrevista, o homeopata passará de 1-2 horas recolhendo informações, a fim de combinar a "doença" do paciente correspondente a uma "imagem dos medicamentos." Quando o remédio é correto, muitas vezes o paciente vai experimentar uma
melhora na sensação de bem-estar e a eventual resolução dos sintomas da doença. Às vezes, o paciente pode experimentar um "agravamento" ou piora dos sintomas no início do tratamento. Embora estes agravamentos possam ser um desafio, eles não são permanentes. A melhor maneira de lidar com estes agravos é manter contato com o médico. Normalmente, o homeopata já tenha visto situações semelhantes e seja capaz de orientar o paciente através desta situação difícil.

Condições sensíveis ao tratamento homeopático incluem qualquer coisa que não envolva o tecido destruído. Por exemplo, a asma, o que é uma condição inflamatória, pode geralmente ser resolvida. Considerando que, enfisema, que é a destruição de células do pulmão, não seria esperada sua reversão. Pode, no entanto, ser razoável tentar a homeopatia, mesmo nos casos de patologia irreversível, uma vez que frequentemente oferecem tratamento paliativo.


Aqui está um breve resumo de algumas das coisas que a homeopatia tratou com sucesso: condições inflamatórias, doenças autoimunes, úlceras, dores de cabeça, depressão,
TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), fibromialgia, fadiga crônica, transtorno afetivo sazonal (depressão do inverno), ansiedade, síndromes virais, infecções de ouvido crônica, os sintomas da menopausa, eczema e muitos mais.

Sabemos que esta explicação é uma forma muito resumida e possa ter gerado mais perguntas do que respostas. Se for esse o caso, nós encorajamos você a fazer mais pesquisas. Há uma série de bons livros no mercado, que irão orientá-lo através do processo a um ritmo mais amigável. Para aqueles de vocês que são ainda mais dedicados, há aulas disponíveis em vários locais.

Sobre o autor:
Dr. Mirman é um médico internista. Ele se formou na Universidade de Minnesota Medical School e completou sua residência em Medicina Interna no Illinois Masonic Medical Center, em Chicago, Illinois. Sua formação homeopática inicial foi na Faculdade de Homeopatia em Londres, Inglaterra. Ele seguiu este programa com uma série de precetorials com vários homeopatas de renome internacional. Ele continuou seus estudos ao frequentar a escola de Homeopatia ESSH em Flagstaff, Arizona. Dr. Mirman é membro fundador e escrivão da Associação Homeopática Minnesota e membro do conselho de diretores da Escola de Homeopatia ESSH.


Fonte:

http://www.doctoryourself.com/demystify.html