Tranduza (Translate)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Como Fazer Leites Vegetais?




[Imagem: 10325246_10151984209067434_1342992124201542603_n.jpg]

Apesar de gostar do leite de vaca (orgânico cru A2 de vacas alimentadas com pasto), aquilo vendido em supermercados não é mais leite, é um verdadeiro lixo! Ele contém hormônios transgênicos do crescimento, resíduos de antibióticos e outras toxinas aplicadas nas vacas e há constantes denúncias da adição de
soda cáustica, formol e água oxigenada. Como se não bastasse, ele é ainda homogeneizado, o que modifica o tamanho de suas moléculas e é pasteurizado em UHT, temperaturas muito altas que eliminam patógenos e quase todos os nutrientes que ele pudesse conter, tornando-o indigesto (aumenta a intolerância à lactose). O leite em pó é pior ainda, pois há mais um processo (o spray-dryer) e a adição de antiumectantes, como silicatos e carbonatos (máximo 10g/kg do produto) e também do emulsificante lecitina de soja, que é utilizado (máximo de 5g/kg do produto) no leite em pó instantâneo. Quanto à vitamina D, artificialmente adicionada à alguns é a D2 ou ergocalciferol, de origem vegetal, uma opção mais barata, é claro, pois as indústrias só nos vendem a xepa! A forma que é melhor assimilada por nosso organismo é a D3 ou colecalciferol (fonte).

É complicado para os intolerantes à lactose ou alérgicos à caseína encontrarem alimentos compatíveis. Nada de manteiga, creme de leite, iogurte, queijos, leite condensado… Pesquisei, então, os leites vegetais, e descobri coisas interessantíssimas. Os industrializados além de serem lotados de aditivos químicos e de óleos parcialmente hidrogenados, são caríssimos e fazer leite vegetal em casa, além de divertido é muito mais econômico.
Vamos lá… Nada de preguiça ou comodismo, você pode ter um leite fresco, gostoso e nutritivo com propriedades maravilhosas e que fazem muito bem à Saúde. Além disso, ao utilizar uma dessas opções em suas receitas habituais vai obter novos sabores.


Leite de Arroz
[Imagem: images.jpg]

Ingredientes:
  • 2 xícaras de arroz integral orgânico, sem lavar, previamente deixado de molho de 8 a 12 h para remover um antinutriente, o ácido fítico e tendo descartado esta água
  • 10 xícaras de água filtrada ou 2 litros e meio
  • ½ colher das de chá de sal
  • ½ fava de baunilha (compre suas favas aqui) ou 1 canela em pau
Modo de preparar:
Leve tudo ao fogo por exatos 15 minutos, não mais que isso. Bata tudo no liquidificador ainda morno no modo pulsar, por 3 vezes rápidas para que não vire uma papa, queremos apenas quebrar os grãos. Se esperar esfriar ele absorve toda a água e teremos um leite muito grosso.
Peneire mexendo o arroz delicadamente apenas para sair o líquido, pronto é só levar à geladeira em um recipiente de vidro. Também neutro.


Leite de Aveia
 

[Imagem: aveia.jpg]
O leite de aveia é muito fácil de preparar, só precisamos de uma peneira e um liquidificador e temos um leite bem gostoso e que não interfere no sabor dos alimentos.

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de aveia em flocos orgânica (sem glúten)
  • 3 xícaras (chá) de água filtrada
Modo de preparar:
Deixe a aveia de molho na água por uns 10 minutos apenas para amolecer. Bata tudo no liquidificador. Coe e leve para a geladeira. Durabilidade 3 dias.

O leite de aveia é rico em fibras, isento de colesterol e lactose, contém vitamina E, ferro, entre outras vitaminas e minerais. Rico em fitoquímicos, produtos químicos das plantas que ajudam a lutar contra doenças como o cancro, doenças cardiovasculares.

Variações e Sugestões:
Abaunilhado: adicione no liquidificador uma colher de café de baunilha e açúcar demerara ou mascavo orgânico a gosto. 
Com cacau ou na vitamina: adicione 1 colher de sobremesa de cacau em pó e açúcar demerara ou mascavo orgânico a gosto. Se quiser uma vitamina bata com banana.
Receitas salgadas: com o cozimento o leite de aveia tem o mesmo efeito do amido de milho, engrossa.
Que tal um estrogonofe feito com ele? Purês, sopas cremosas, já pensaram que legal poder aumentar as opções de cardápio?Variações de textura: mais ou menos aveia resultará em leites mais ou menos grossos de acordo com o que você precisa para fazer os pratos mais cremosos.

OBS: Consuma a aveia sem glúten, especialmente se tiver intolerância ou sensibilidade ao glúten.

Leite de Coco 
[Imagem: leite-de-coco.jpg]
Delicioso e de sabor suave. Pode ser bebido puro ou utilizado em receitas doces e salgadas. Livre de aditivos químicos presentes nos leites de coco industriais e ainda mantém todas as propriedades presentes na água, no fruto e na gordura.
Sua vantagem em relação aos outros leites vegetais é a presença do ácido láurico, existente no leite materno, ajudando a combater infecções e aumentando a imunidade do organismo. Contém calorias, hidratos de carbono, proteínas, gorduras, sais minerais, vitaminas A, B1, B2 ,B5 ,C, fósforo, cálcio, ferro, magnésio, enxofre, silício. Muito bom para adicionar aos outros leites vegetais para saborizar ou aumentar o rendimento.

Ingredientes:

  • 1 coco seco (maduro)
  • 900 ml de água filtrada morna
Modo de preparar:
Fure o coco e retire a água. Reserve. Quebre o coco e passe-o sobre a chama do fogão ou coloque o coco inteiro dentro do forno, assim, sua polpa se desprenderá com facilidade. Retire a polpa com uma faca. Bata por 3 minutos a polpa no liquidificador com a água do coco reservada e mais a água filtrada morna. Coe em um pano de algodão e esprema para retirar todo o leite. Guarde a polpa do coco para utilizar em receitas.

OBS: Se quiser que o leite fique mais concentrado, utilize menos água (600 ml).


Leite de Inhame
 

[Imagem: inhame.jpg]
Ingredientes:
  • 2 inhames
  • 2 a 4 xícaras de água
Modo de preparar:
Cozinhe os inhames orgânicos com casca. Depois de cozidos, descasque e bata com duas ou quatro xícaras de água, de acordo com a textura que preferir. Coe e coloque em uma jarra ou garrafa de vidro. Pode ser adoçado ou saborizado com canela, cacau ou uma fruta de sua preferência. 

Assim como o leite de aveia o de inhame é neutro, não interfere no sabor da receita.
  O inhame é depurativo, desintoxicante e fortalece o sistema imunológico. Rico em amido e fibras solúveis, ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue e as taxas de colesterol sanguíneo. Auxilia na digestão e na fermentação do bolo alimentar, portanto no funcionamento dos intestinos. Fonte de Betacaroteno, vitaminas C e do complexo B, cálcio, fósforo, potássio e ferro.
Os médicos orientais recomendam a ingestão de inhame para fortificar os gânglios linfáticos. Na Índia, o sistema médico ayurvédico indica para restaurar as defesas orgânicas, principalmente como recurso para combater infecções e tumores.

Leite de Oleaginosas

[Imagem: nozes.jpg]
Nozes, amêndoas, avelãs, castanhas do caju ou do Pará…

As oleaginosas são excelentes para combater o envelhecimento celular, ajudam a diminuir o colesterol ruim e aumentar o colesterol bom, potentes antioxidantes, combatem os radicais livres, fontes de cálcio e magnésio.

Ingredientes

  • 1 xícara de oleaginosas
  • 4 xícaras de água
Modo de preparar:
Deixe de molho durante 8 a 12 horas em água filtrada, descarte a água e adicione 1 xícara de um tipo de oleaginosas (cruas, sem torrar) de sua preferência.

Para quem prefere o leite mais doce deixe de molho junto 2 tâmaras sem caroço.
Na manhã seguinte coe em uma peneira as sementes e as enxágue. Bata no liquidificador as oleaginosas (com as tâmaras, se for o caso) com 4 xícaras de água. Coe a mistura em um pano de algodão e coloque numa jarra ou garrafa de vidro. 
Adicionar um pouco de canela em pó é opcional. 
Este leite pode ser bebido ao natural ou em receitas que usam leite de vaca.
Dura de 5 dias a 1 semana na geladeira.
 
Algumas dicas importantes
Os resíduos podem ser aproveitados para fazer sopas, mingaus, pães, bolos e tortas.
Utilize um saquinho e reserve apenas para coar o leite.
Os leites vegetais não podem ser fervidos que talham.

Creme de Confeiteiro
Sabe aquele creminho que vem dentro de sonhos, carolinas ou nos pães doces. Pois é, ele normalmente é cheio de corantes para ficar com aquela corzinha amarela. Aqui temos um creme na versão sem glúten, corante ou leite. Bom também para rechear e cobrir bolos e tortas.

Ingredientes: 
  •  2 gemas de ovo caipira
  • ¼ de xícara de açúcar demerara ou mascavo orgânico
  • ¼ de xícara de farinha de arroz ou creme de arroz (veja se não tem o símbolo dos transgênicos como a Arrozina)
  • 1 e ¼ de xícara do leite vegetal preferido
  • 1 colher das de chá de extrato de baunilha natural (compre aqui ou compre suas favas aqui e faça o extrato natural de baunilha)

Modo de Preparar:

Misture as gemas com o açúcar em uma panela grande fora do fogo. Adicione a farinha de arroz, mexendo bem para agregar. Junte o leite vegetal e a baunilha. Mexa até formar uma mistura homogênea. Leve ao fogo baixo mexendo sempre até engrossar. Deixe esfriar e empregue. Pode misturar cacau em pó se desejar fazer de chocolate

Creme de Leite Vegetal

Sempre procurei uma receita de creme de leite caseiro, mas em todas encontrava a famigerada gordura vegetal hidrogenada. Descobri então que para fazer o creme de leite vegetal é só engrossar o leite vegetal de sua preferência, aumentando a quantidade de sólidos na receita (castanhas, amêndoas, aveia etc) e, se desejar que fique mais encorpado ainda, adicionando uma colherzinha de amaranto e outra de azeite de oliva extravirgem (clique aqui para saber quais marcas são realmente extravirgem). Bom não é?

Meus leites favoritos são o de coco e o de amêndoas.

Fontes:

http://chubbyvegan.net

http://dietasgsc.blogspot.com

http://www.amocomidaviva.blogspot.com

http://cantinhovegetariano.blogspot.com

http://alimentandoadiscussao.com/2013/05/05/leite-em-po-e-feito-de-leite-mesmo/

Coletivo Verde - Leites Vegetais