Tranduza (Translate)

sábado, 30 de agosto de 2014

Os Riscos do Triclosan

 
Editado em 10/03/2015.

Estudos têm cada vez mais associado o triclosan (e seu  primo químico triclocarban), à uma gama de reações de saúde adversas e efeitos ambientais negativos: irritação da pele, a desregulação endócrina, bacteriana e resistência aos antibióticos agravada, à contaminação da água e seu impacto negativo sobre os ecossistemas aquáticos frágeis, tais como o fitoplâncton marinho (o verdadeiro pulmão do mundo e não as árvores).

Quando introduzido no mercado em 1972, triclosan foi confinado a ambientes hospitalares e de saúde. Desde então triclosan explodiu no mercado em centenas de produtos de consumo que vão desde sabonetes antibacterianos, desodorantes, cremes dentais, enxaguantes bucais, cosméticos, roupas, brinquedos, produtos de limpeza e outros produtos de uso doméstico e de cuidados pessoais. O sucesso de Triclosan no mercado tem sido ajudado pela falsa percepção do consumidor que produtos antibacterianos são os melhores para proteger e salvaguardar contra possíveis bactérias nocivas. No entanto, um artigo na revista Clinical Infectious Diseases (Doenças Clínicas Infecciosas), intitulado "Consumo de sabonetes antibacterianos: Efetivo ou apenas Arriscado?" (2007), concluiu que sabonetes antibacterianos não mostram mais benefícios de saúde que os sabonetes comuns. Em 2010, a FDA declarou que, "os dados existentes levantam preocupações válidas sobre os efeitos à saúde humana devido à exposição diária repetitiva ao triclosan" e anunciou planos para lidar com o uso de triclosan em cosméticos ou outros produtos.

O triclosan está entre os compostos químicos detectados na água potável de 16 capitais brasileiras, ou seja, mesmo que você não utilize nenhum produto com ele e utilize filtro para beber água, ainda o absorverá juntamente com outras toxinas e durante o banho!

Outro estudo demonstrou que pessoas jovens expostas a sabonetes bactericidas contendo triclosan podem sofrer mais alergias.

A estrutura química do triclosan é muito similar à do Agente Laranja, um herbicida utilizado pelos EUA na Guerra do Vietnã como arma química. Ele está registrado pelo EPA (Enviromental Protection Agency - Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos) como pesticida e catalogado como contaminante emergente.

Ainda há outros estudos, como por exemplo, este a seguir:
Presente em muitos produtos pela higiene (em particular na higiene bucal) o Triclosan pode abrir o caminho a algumas bactérias, como o Staphylococcus aureus, predispondo algumas pessoas a uma infecção.

Isso foi descoberto por pesquisadores da Universidade do Michigan, que conduziram um estudo publicado no mBio, a revista da Sociedade Americana de Microbiologia.

O Triclosan foi detectado no canal nasal de 41 % dos adultos da amostra analisada. E estes 41% eram também os que tinham mais colônias de S. aureus . Observações dos autores:
É muito comum em sabonetes, cremes dentais e enxaguantes bucais, mas não há nenhuma evidência de que funcione melhor do que os  ingredientes normais dos sabonetes. Além disso, pode ter consequências inesperadas nos nossos corpos, promovendo a colonização nasal por Staphylococcus aureus e colocando, assim, algumas pessoas em maior risco de infecção.
Afinal o que faz este Staphylococcus aureus?
  • Síndrome de choque tóxico;
  • Gastroenterite estafilocócica (vômitos, diarreia, dores abdominais);
  • Síndrome da pele escaldada estafilocócica: (zonas vermelhas dolorosas em redor da boca, bolhas de líquido na pele);
  • Impetigo (uma infecção da pele, com uma mácula que progride para pústula cheia de pus);
  • Foliculite (uma infecção com pus de um folículo piloso);
  • Endocardite (infecção no coração, com febre, dor no tórax e mortalidade de 50%);
  • Osteomielite (infecção da matriz interna óssea);
  • Pneumonia.
Não é que uma pessoa escove os dentes com o Triclosan e fique logo com uma endocardite. Mas há indivíduos que podem ficar mais expostos aos riscos duma infecção e, depois, porque temos que ter uma colônia de bactérias no nariz?

Quais são os produtos que contêm o Triclosan? 
O Triclosan encontra-se nos seguintes produtos:
  • Creme Dental: Colgate Total 12 e outros;
  • Cotonetes: Johnson's e outros;
  • Desodorantes: Rexona, Nívea, O Boticário, Brut, etc;
  • Enxaguante bucal: Plax (Colgate), etc;
  • Sabonetes Bactericidas: Protex e Dettol (triclocarban na fórmula);
  • Sabonete: Proderm Hidratante (muito usado em bebês);
  • Óleo Corporal: Corpo a Corpo;
  • Hidratante para Mãos: O Boticário;
  • Andolba (medicamento de uso tópico);
  • Micostyl (medicamento de uso tópico);
  • Solarcaine (para queimaduras solares).
Não se encontra nas seguintes marcas:

  • Cotonetes: Cotonela;
  • Pasta de Dente: Gel Dental Cativa Natureza (compre aqui) e Weleda Infantil (compre aqui ou em farmácias) são as melhores opções do país, pois eles também não contêm flúor, corantes artificiais, sacarina sódica, sucralose, o lauril sulfato de sódio, o dióxido de titânio, e nem conservantes químicos nocivos;
  • Desodorante: Cativa Natureza (melhor de opção no Brasil), compre aqui;
  • Creme Dental: Oral B, Sensodyne, Aquafresh Tripla Ação.
Estes últimos 3 cremes dentais citados, todavia, têm outras substâncias indesejáveis, como o dodecil sulfato de sódio (irritante), lauril sulfato de sódio, o dióxido de titânio, cujo potencial cancerígeno ainda não foi estabelecido.
Depois há ainda o problema do flúor também: faz mal, reduz o QI? Outra fonte de informação dos prejuízos à saúde provocados pelo flúor e países que proibiram a fluoretação da água aqui.
Informe-se sobre as Substâncias Nocivas à Saúde Presentes em Cosméticos, Alimentos e Medicamentos e leia sempre os rótulos a fim de evitá-los!
Uma lista de todos os produtos importados com Triclosan pode ser encontrada na página do Dr. Bem Kim .


http://www.beyondpesticides.org/antibacterial/triclosan.php


http://foodsafetybrazil.com/sabonete-bactericida-com-triclosan-usar-ou-nao-eis-a-questao/


http://www.oieduca.com.br/artigos/voce-sabia/as-florestas-sao-o-pulmao-do-planeta.html